A importância de analisar a água de poços artesianos

Um poço artesiano é furado com pequeno diâmetro e grande profundidade, além de possuir a característica de que sua água jorra do solo naturalmente, pois sua própria pressão é o suficiente para levá-lo à superfície. Para garantir a integridade da sua saúde, é importante saber o que tem na água que você está consumindo.
Porém ele pode ter problemas, como a má qualidade da água encontrada ou até mesmo a contaminação do lençol freático. Dependendo do local onde o poço artesiano for instalado, podem ocorrer infiltrações no lençol freático sem que você perceba, caso o poço seja esteja próximo a postos de combustíveis, fossas sépticas, indústrias, etc. Além disso, a água pode conter resíduos sólidos, ferro e outros minerais ou até mesmo bactérias. Dessa forma a população fica exposta a doenças graves, como hepatite, diarreia, disenteria, cólera, febre tifoide, e outras decorrentes das características químicas da água desses poços.
A Isomeria oferece a Análise Físico-Química e Microbiológica de amostras aquosas baseada nos parâmetros de potabilidade definidos pelo Ministério da Saúde, segundo a Portaria de Consolidação N°5, de 28 de setembro de 2017. Desse modo, os parâmetros oferecidos são:
Físico-Químicos: Cor aparente, Sólidos dissolvidos totais, Turbidez, pH, Ferro, Cloreto, Dióxido de cloro, Cloro residual combinado e Cloro residual livre;
Microbiológicos: Coliformes totais, Escherichia coli e Bactérias heterotróficas.
Venha realizar sua análise de água com a Isomeria!
Por: Giovanna Bahr Wolff e  Isabella Camargo Gil
Scroll to top