O Brasil tem uma taxa de empreendedorismo de 39,3%, uma das mais altas do mundo (GEM, 2016). Ao mesmo tempo, contudo, possui alta mortalidade de empresas jovens, 60 em cada 100 empresas fecham as portas com pouco mais de 5 anos (IBJE 2015). 
Diante dessas incongruências, questiona-se o que estamos fazendo errado? Afinal, com tanto empreendedorismo, por que a mortalidade das empresas é tão alta? Segundo o Sebrae, deficiências nos aspectos de planejamento da empresa, na gestão empresarial e no comportamento do empreendedor são as principais razões na mortalidade de empresas e, consequentemente, da dificuldade de inovação. 
Mas se houvesse uma forma de educar as pessoas para o mundo empreendedor, a mortalidade empresarial reduziria, o Brasil poderia crescer em inovação, o desemprego poderia diminuir e a economia poderia melhorar muito!  Pois é, e se nós te disséssemos que essa forma existe? Já ouviu falar do Movimento Empresa Júnior e de Empresa Júnior?
O que faz e o que é uma Empresa Júnior 
Uma Empresa Júnior (EJ) é uma empresa composta por alunos do ensino superior, sem fins lucrativos. Ela tem uma estrutura igual a uma empresa sênior, com diretorias, responsabilidades, metas a serem cumpridas e projetos a serem elaborados. Contudo, diferentemente de uma empresa sênior, o propósito que move uma Empresa Júnior não é apenas o lucro, mas é fortalecimento dos membros, a formação de lideranças empreendedoras preparadas para o mercado de trabalho e a criação de projetos de alto impacto.
Os projetos de alto impacto, a grande meta de uma EJ, são aqueles que impactam em pelo menos um ODS (Objetivo de Desenvolvimento Sustentável) da ONU estando em estrita relação com o bem estar social e ambiental. 
Como funciona uma EJ
Uma EJ tem um funcionamento que vai muito além de uma empresa. Ela faz parte de todo um movimento: o Movimento Empresa Júnior. Esse movimento tem por objetivo de incentivar e aumentar e o engajamento dos empresários juniores para a criação de lideranças empreendedoras e de projetos capazes de mudar o Brasil. Dessa forma, o MEJ possui valores próprios e instâncias que unem, organizam e orientam todas a empresas juniores através do estabelecimento de metas, planejamento estratégico e projetos a serem cumpridos para o crescimento de toda a rede. 
Uma Empresa Júnior, dessa forma, é orientada pelos propósitos do MEJ e organizada por diretorias e norteada por metas. Metas, essas, com estratégias como o modelo de OKR (Objectives and Key Results).
Movimento Empresa Júnior (MEJ)
O MEJ (Movimento Empresa Júnior) nasceu em 1967, quando alunos da  L’École Supérieure des Sciences Economiques et Commerciales na França, decidiram que queriam colocar em prática os conhecimentos acadêmicos que tinham e ganhar experiência no mercado de trabalho. E em 1969, já com a popularização do movimento, foi criada a primeira confederação. 
Desde então o conceito de Empresa Júnior se espalhou pelo mundo, chegando no Brasil em 1988 com a primeira EJ na Fundação Getúlio Vargas de São Paulo. E com o tempo, as empresas inclusive foram regulamentadas no Brasil através da Lei 13.267/2016.
Hoje, devido ao crescimento do número de EJ’s, foi necessária a criação de instâncias organizadoras, para que se tenha um maior controle sobre os objetivos e conquistas das EJ’s de todo o país.
Instâncias
A primeira instância foi a Brasil Júnior, que une as EJ’s de todo o país e acompanha suas metas. Logo depois vieram as federações, que cuidam das empresas num âmbito estadual. E por último, os núcleos, focados em algo mais regional. Cada uma dessas, além de incentivar criação de novas EJ’s, incentiva o crescimento das que já existem e alinha todas ao MEJ.
Valores do MEJ 
Como toda empresa, o MEJ possui os valores que o fazem crescer. São estes:
        • Orgulho de ser MEJ: vestir a camisa e seguir alinhado com os propósitos;
        • Sinergia: cooperação mesmo nas diferenças;
        • Postura empreendedora: inconformismo e novas soluções;
        • Compromisso com resultado: superamos nossas expectativas e geramos valor;
        • Transparência: ética e compromisso com a verdade.
Uma Empresa Júnior, assim, é uma instituição séria que faz parte de todo um movimento de comprometimento e engajamento na busca pelo aperfeiçoamento não só de seus membros, mas também do ambiente em que vive.
Ao contratar uma Empresa Júnior, você vai estar fomentando a educação empreendedora em todo país.
Por Iasmin Moro e Larissa Cristina Marques
Scroll to top